domingo, setembro 25, 2005

O BATIQUE

Candido Portinari -1944

Na parede da sala
um mural de dor
pai,mãe, filho
o cachorro e um burro
a mala vazia
e a fome:
Retirantes.
O homem
magricela
faminto
doentio,
é tão forte
que anda,
sua sombra
se confunde
com um mandacarú
com os espinhos
espetados em sua língua.
A mulher
trapos no corpo
molambos na cabeça
leva em suas entranhas
duas coisas típicas,
do nordestino pobre:
A fome
e uma criança.
A dor e o amor
unidos na miséria.
A criança
se confunde com o burro
e é puxado pelo cachorro,
no peito,
a alegria dos alienados
nos lábios,
o sorriso da ignorância
no andar,
a conformação dos oprimidos.
Os traços negros
mostram o sol ardente
na parede da sala
no batique de dor.
Chl

Ago/1978

2 comentários:

Anônimo disse...

A real informative and well made blog. This is something you can be interested in: it is a calcioscommesse web site that explains things about a calcioscommesse .
Try to keep this great work running!

michelgribbel6268 disse...

i thought your blog was cool and i think you may like this cool Website. now just Click Here