terça-feira, outubro 25, 2005

A PARTIDA


Numa manhã de sábado
tuas lágriamas,
partiam meu coração
teu andar
leve, macio
dizia adeus,
era despedida.
Em meus olhos
a lembrança
do teu sorriso,
em meu peito
a ternura
do teu amor
em minh'alma
doía o teu sofrer.
Chl
Mar/1977

3 comentários:

Henrique Santana disse...

Eu gosto da estrutura poética de Chl. Principalmente em poemas como esse " A Partida". A forma e a dor, a rima e a sensibilidade, mistura afiada. Continua assim...

Márcia disse...

sei bem dessa dor. ;)
beijo.

babal disse...

êta cabra bom de prosa...
e verso!!!